Já ouviu falar? É uma técnica que utiliza a bunda como meio de prever o futuro, buscar informações do passado e interpretar o perfil das pessoas.

Segundo essa técnica, metade dos seres humanos não terá futuro levando em consideração a falta de bunda nos orientais.

Na visão dos rumpólogos, a Mulher Melancia é uma espécie de Highlander. E pensando na quantidade de cirurgias estéticas que pessoas como a Geisy Arruda e Angela Bismarchi fizeram, deve complicar a vida deles pra fazer essa leitura.

- Isso aqui era a dobrinha da bunda ou uma estria?

Para obter informações do passado e interpretar o futuro deve-se analisar as fissuras, fendas, cavidades, dobras, formato e pêlos das nádegas. Pelos pêlos? Não precisamos estudar a bunda do Toni Ramos pra saber quem ele foi no passado. Óbvio que ele foi a Claudia Ohana. Sabe quem é a Claudia Ohana, né? Foi aquela atriz que interpretou o Chewbacca. (Sem maquiagem!)

Quando penso numa bunda e leio “fissura, fenda ou cavidade”, só me vem uma coisa na cabeça, mas que eu não vou escrever aqui porque muita gente pode não gostar… Se bem que dane-se, né? Vou falar sim: celulite!

Nunca que uma mulher cheia de celulite na bunda iria se consultar com um rumpólogo. Afinal, o que ele teria de bom pra dizer sobre o futudo dessa pessoa?

- Olha, você vai quebrar o pé num buraco, você não vai passar pela peneira da empresa que você trabalha e um toque: pára de comer laranja. A única coisa positiva que eu vejo aqui é que você vai ganhar uma viagem pro Grand Canion.

Na sociedade rumpóloga, a vida dos adeptos ao “bundalelê” são verdadeiros livros abertos direfentemente das gostosas que mostram a bunda na TV, já que os primeiros não fazem isso por dinheiro.

Jacqueline Stallone, 91 anos, mãe de Stallone, é especialista em leitura de bundas. De acordo com ela, a técnica surgiu na antiga Babilônia, Grécia e Roma. Difícil acreditar nisso já que os Babilônios, Gregos e Romanos eram loucos por bacanais. Imagine eles parando aquela suruba toda:

- Peraí, peraí, peraí… Esse aqui te uma espinha na bunda… Chega aí que eu vou eu analisar.

Em entrevista, Jacqueline Stallone declara como começou na rumpologia.

“Certa vez numa festa, meu filho disse para as pessoas que eu poderia fazer uma leitura do futuro dos deles, mas sem explicar como. Foi então que eu pedi pra George Bush (pai): “Show me your ass”. A mulher dele, que estava ao lado, me deu um soco. Por isso meu rosto ficou deste jeito.”

Pelo tamanho do cofrinho, dá pra saber o quanto a pessoa toma no rabo.

Para saber o que uma bunda pode revelar, Jackie cobra US$ 600,00 por 15 minutos de analise. É bastante dinheiro levando em consideração que existem muitas pessoas que perdem madrugadas inteiras fazendo isso de graça na internet.

Jackie diz que as pessoas que oferecem menos dificuldade nessas interpretações são os bundões e os que tem cara de bunda.

Você acha que eu estou de sacanagem? Então olha essa imagem que eu tirei do SITE DELA:

PS: Eu que sou cético nesse lance de fim do mundo, repenso quando vejo notícias assim.